Sindicalize-se

 Venha juntar-se a este universo de professores que já entenderam a importância de fortalecer nossa entidade. É dessa forma, unindo-nos, que poderemos ter atuação marcante na luta por nossos direitos e por uma sociedade mais justa, por melhores condições de ensino e de trabalho.

 

Unidos somos mais!

Para sindicalizar-se, o professor precisa estar, comprovadamente, com vínculo empregatício em escola da iniciativa privada, e são necessárias cópias dos documentos abaixo:

Carteira de Trabalho

  • Foto
  • Dados Pessoais
  • Contrato de Trabalho (autenticado em cartório)
  • Contribuição Sindical Atualizada

Documentos Pessoais

  • Identidade (RG)
  • CPF
  • Título Eleitoral
  • Carteira de Reservista (aos homens)
  • Diploma
  • Comprovante de Endereço
  • Foto 3×4 (uma)

 

Os documentos devem ser sempre fotocópias, e devem ser levados ao primeiro contato com o Sindicato, juntamente com as originais para devida conferência/autenticação, no próprio sindicato. Salvo o contrato de trabalho, registrado na Carteira de Trabalho, que deverá ser autenticado em cartório.

Na ocasião da sindicalização será cobrada taxa no valor de R$ 100,00, que deverá ser paga em duas parcelas de R$ 50,00. A primeira parcela será paga após análise preliminar da referida documentação, que será apreciada pela diretoria no prazo de até 5 dias úteis para deferimento, quando deverá ser paga a segunda parcela.

Concluída esta tramitação, caso o professor esteja inadimplente com a contribuição assistêncial, deverá pagar a aludida contribuição na tesouraria do SINPRO/CE, mediante a apresentação do último contra cheque para aferição do cálculo. Consoante Cláusula da Convenção Coletiva de Trabalho.

Conforme o Decreto nº 33.510/2020 do Governador do Estado Camilo Santana com recomendação de suspensão das aulas por 15 dias aos Estabelecimentos de Ensino da Rede Privada, a direção do SINPROCE entende tratar-se de medida de saúde pública extremamente necessária. Entretanto, solicitamos aos dirigentes dos estabelecimentos de ensino bom senso nas medidas preventivas adotadas no sentido de preservar todos direitos aos professores e professoras, principalmente, aos docentes que pertencem aos chamados grupos de risco, de acordo com a Organização Mundial de Saúde - OMS, acima de 60 anos e portadores de comorbidades. No momento não abriremos discussão sobre a forma de reposição das aulas, isto será tratado oportunamente com o Estabelecimento de Ensino, ou SINEPE. Com relação ao nosso atendimento, solicitamos a compreensão de todos no sentido de prestá-los, na medida do possível, pelo WhatsApp (85) 99681-5476 ou pelo email atendimento@sinproce.org.br e se necessário, de forma presencial por agendamento.